Relação do tamanho das conchas de bivalves na estratégia de predação dos gastrópodes

Aline Raquel Gomes Guerra, Bruna dos Santos Alves, Lígia Módolo Pinto, Olívia Cristina Camilo Menossi

Abstract


O custo energético da perfuração da concha de bivalves determina a estratégia de predação de gastrópodes em busca do forrageio ótimo. A espessura das conchas varia de acordo com o tamanho e a região da concha. Assim o objetivo do trabalho foi avaliar a relação desses fatores com o comportamento alimentar dos gastrópodes, utilizando conchas predadas de arcídeos e mitilídeos coletadas na praia da Barra do Una, SP. Não houve diferenças estatísticas entre o tamanho dos bivalves e o local de perfuração radular. Porém, os arcídeos foram preferencialmente predados no umbo independentemente do tamanho, enquanto os mitilídeos foram mais predados em cavidade palial. Faz-se necessário mais estudos a fim de determinar o comportamento forrageio de gastrópodes, utilizando maior esforço amostral.

 

Palavras-chave: Forrageio ótimo, predação, bivalves.


Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.