Incidência de Clamidiose em Psitacídeos e os Riscos à Saúde Pública

Marco Antonio Furlanetto Bento, Walter Barrella

Abstract


O combate e fiscalização do tráfico de aves silvestre geram um quantitativo de animais que, via de regra, são encaminhados para os centros de triagem de animais silvestres (CEPTAS). Os objetivos do presente estudo foram elaborar um diagnóstico da fauna silvestre, apreendida, encaminhada aos CEPTAS de Cubatão SP, Brasil, e verificar a ocorrência de clamidiose aviária, nos psitacídeos lá presentes, procedentes principalmente de apreensões ocorridas nas regiões Sudeste. A clamidiose é uma enfermidade causada por parasito intracelular obrigatório, Chlamydophila psittaci, um cocobacilo gram-negativo que infecta aves silvestres e domésticas, mamíferos domésticos e o homem, quando estes têm contato com secreções e excreções de animais portadores. O agente etiológico da enfermidade pode permanecer viável durante longo período em secreções secas de animais, ou por vários dias em água à temperatura ambiente. A principal via de transmissão entre as aves é a aerógena, através da inalação de excreções secas, ou secreções oculares e nasais dos animais infectados. A interação do homem e aves domésticas e silvestres aumenta a probabilidade de transmissão de doenças zoonóticas. Este projeto tem como objetivo verificar a presença da Chlamydophila psittaci em psitacídeos encontradas no Centro de Pesquisa e Triagem de Animais Silvestres (CEPTAS) de Cubatão e salientar o papel e disseminação da doença na vida silvestre, os impactos do tráfico na conservação da biodiversidade, as implicações das reintroduções e a importância da doença, a clamidiose aviária, na fauna silvestre e saúde humana.

Palavras-Chaves: Chlamydophila psittaci, doença das aves, infeção, tráfego, zoonose.

The combat and control of the traffic of wild birds generate a quantity of animals that, as a rule, are sent to the centers of sorting of wild animals (CEPTAS). The objectives of the present study were to make a diagnosis of the wild fauna, seized, sent to the CEPTAS of Cubatão SP, Brazil, and to verify the occurrence of avian chlamydiosis in the parrots present, mainly from seizures in the Southeast. Chlamydiosis is a disease caused by an obligate intracellular parasite, Chlamydophila psittaci, a gram-negative coccobacillus that infects wild and domestic birds, domestic mammals, and humans when they have contact with secretions and excretions of animal carriers. The etiologic agent of the disease may remain viable for a long period in dry animal secretions, or for several days in water at room temperature. The main route of transmission between the birds is aerogenic, through the inhalation of dry excretions, or ocular and nasal secretions of the infected animals. The interaction of man and poultry and wild birds increases the probability of transmission of zoonotic diseases. This project aims to verify the presence of Chlamydophila psittaci in parrots found in the Center for Research and Triage of Wild Animals (CEPTAS) in Cubatão and highlight the role and dissemination of the disease in wildlife, the impacts of trafficking in biodiversity conservation, implications of reintroductions and the importance of the disease, avian chlamydiosis, wildlife and human health.

Keywords: Chlamydophila psittaci, bird disease, infection, traffic, zoonosis.

 

*Coleta de dados e pesquisa  ser realizada em parceria com CEPTAS, Cubatão-SP

 



Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.