AVALIAÇÃO DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS ATRAVÉS DE MÉTODOS EDUCACIONAIS NA U.M.E. LOURDES ORTIZ, SANTOS –SP.

Gabriel Goulart Silva, Gustavo Koerich, Mariana Hoff Duque, Marcus Ludin, Rafhaela dos Santos Gonçalves, Jorge Luis Santos

Abstract


A metodologia de ensino busca encontrar diferentes formas para enfrentar situações didáticas. Sendo assim, o professor e a instituição os maiores responsáveis pela escolha do método de ensino apropriado para cada circunstância, onde o aluno deve compreender com clareza as atividades pedagógicas. Destaca-se a necessidade de constante aprimoramento e reformulação das abordagens de ensino aplicadas pelos bolsistas PIBID, com o propósito de consolidar um aprendizado cada vez mais harmonioso, contribuindo para a formação de cidadãos com desenvolvimento de raciocínio científico-biológico. O objetivo deste trabalho foi investigar se as estratégias de ensino aplicadas pelos bolsistas de iniciação á docência (PIBID) contribuíram para eficiente compreensão e aprendizado propostos aos alunos. A pesquisa de cunho qualitativo foi baseada na análise através de questionários empíricos acerca dos conteúdos ensinados. Foram abordados ao longo do período letivo de fevereiro a outubro de 2015 na UME Lourdes Ortiz (Santos – SP), intercalando aulas práticas e teóricas, os temas: água, solo e ar. Foram aplicados sessenta questionários que continham duas questões a respeito de cada tema, totalizando seis questões, que foram lidas para os alunos a fim de evitar dúvidas de interpretação. As respostas eram limitadas á “verdadeiro”, “falso” ou “não sei” (esta considerada como resposta incorreta), a fim de coibir chutes e estimular a honestidade nas respostas dadas pelos alunos. Sessenta alunos e cinco bolsistas fizeram parte deste estudo. Os resultados obtidos com a análise dos dados foram: 90,8% dos alunos acertaram as questões acerca do tema água. O mesmo foi o primeiro a ser ministrado, logo no início das atividades dos bolsistas. 69,2% dos alunos acertaram as questões acerca do tema solo. Este foi o segundo tema ministrado, inclusive com conteúdo programático mais extenso, provável causa do déficit de acertos. 86,7% dos alunos acertaram as questões acerca do tema ar, último e mais recente tema ministrado. É possível observar que não houve aprendizado homogêneo por parte dos alunos, fato justificável pelas diferenças programáticas dos temas e até mesmo por proximidade do assunto com atividades cotidianas. O docente deve se atentar à melhor maneira de abordar um tema específico, pois uma mesma abordagem pode se comportar de maneira distinta quando aplicada á diferentes conteúdos. Enfim, destaca-se a necessidade de constante aprimoramento e reformulação das abordagens de ensino aplicadas pelos bolsistas PIBID, com o propósito de consolidar um aprendizado cada vez mais harmonioso, contribuindo para a formação de cidadãos com desenvolvimento de raciocínio científico-biológico.

Palavras chave: Percepção Ambiental. Educação e meio ambiente. Alunos Ensino Fundametal


Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.