(BRASIL) Diagnóstico Socioambiental do rio Doce: o resultado de um desastre sem precedentes

Luciana Rodrigues de Souza-Bastos

Abstract


Palestrante: Profa. Dra. Luciana Rodrigues de Souza-Bastos.

Instituição: Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento – LACTEC. Curitiba, Paraná, Brasil.

No dia 5 de novembro de 2015, ocorreu o rompimento da barragem de rejeitos minerários de Fundão, pertencente à Samarco Minerações S.A. situada em uma região de cabeceira da bacia hidrográfica do rio Doce, subdistrito de Bento Rodrigues, município de Mariana, estado de Minas Gerais. O rompimento resultou na liberação de um volume estimado de 44 milhões de m³ de rejeitos de mineração sobre os córregos Fundão e Santarém e os rios Gualaxo do Norte, do Carmo e Doce. Este volume foi transportado pelo rio por mais de 650 km, desde a barragem de Fundão em Minas Gerais até o oceano Atlântico no estado do Espírito Santo, onde, ao longo de 17 dias, se depositou pelo caminho em diferentes concentrações. Este, que é o maior desastre socioambiental da história do Brasil afetou, de forma direta ou indireta, aproximadamente 1,4 milhão de pessoas de 40 municípios, sendo 36 no estado de Minas Gerais e 4 no Espírito Santo. Dentro os danos ambientais e sociais diretos decorrentes do rompimento da barragem de Fundão encontram-se: morte e desaparecimento de pessoas; isolamento de áreas habitadas; desalojamento de comunidades; destruição de moradias e estruturas urbanas; fragmentação de habitats; destruição de áreas de preservação permanente e vegetação nativa; mortandade de animais de produção e impacto à produção rural; impacto no turismo; restrições à pesca; mortandade de animais domésticos; mortandade da fauna silvestre; mortandade de peixes; impacto na geração de energia elétrica pelas hidrelétricas atingidas; alteração da qualidade e quantidade de água; e impacto no abastecimento público e dessedentação de animais. Porém, esse desastre, sem precedentes, gerou vários outros danos que irão perdurar por longo período. O objetivo da palestra é apresentar o trabalho de Diagnóstico Socioambiental realizado pelo LACTEC, perito e assistente técnico do Ministério Público Federal, os danos identificados e a metodologia utilizada para o Diagnóstico.


Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.