Predação estereotípica e tamanho seletivo por gastrópodes no forrageamento de Tivela mactroides (Born, 1778) (Bivalvia: Veneridae)

Rafael Anaisce das Chagas, Werverton John Pinheiro dos Santos, Adriana da Cruz Melo, Ana Carla de Araújo Gomes, Mara Rúbia Ferreira Barros, Andrea Magalhães Bezerra

Abstract


O bivalve Tivela mactroides habita a zona intermareal de praias arenosas no Oceano Atlântico (México ao Brasil), compondo abundantemente a macrofauna bentônica. O presente estudo tem como objetivo caracterizar a predação de gastrópodes marinhos sobre T. mactroides, por meio de perfurações na concha, testando a hipótese de preferência no forrageamento. Para tanto, analisou-se 186 conchas depositadas no Museu de Zoologia da Universidade Federal Rural da Amazônia (MZUFRA) realizando: identificação do lado da valva (direita ou esquerda), quantificação das perfurações, mensuração morfométricas da concha, classificação do sucesso do forrageamento (completo ou incompleto) e identificação da posição da perfuração. Evidenciou-se perfurações em 10% das conchas analisadas, todas com apenas uma única perfuração incompleta. Adicionalmente, verificou-se uma incidência de perfurações na região dorsal das conchas independentemente do tamanho da presa, confirmando a hipótese da preferência de em uma região da concha pelos gastrópodes durante o forrageamento. Conclui-se que, não há preferência na escolha do lado da valva durante o forrageamento de T. mactroides, no entanto existe um estereótipo na escolha da região acometida na perfuração, sendo significantemente abundante na região dorsal, próxima ao umbo.


Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.