HERBÁRIO ALARICH RUDOLF HOLGER SCHULTZ, RIO GRANDE DO SUL (HAS)

Rosana Moreno Senna, Suzana Martins, Sandra Maria Alves da Silva

Abstract


Resumo: O Herbário HAS, sediado na cidade de Porto Alegre, está integrado ao Museu de Ciências Naturais da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul. Foi inaugurado em 1975, e seu nome é uma homenagem ao botânico Alarich R.H. Schultz. Está registrado na International Association of Plant Taxonomy, listado no Index Herbariorum e cadastrado como Fiel Depositário. O acervo de 131.300 registros e 227 tipos nomenclaturais inclui angiospermas, gimnospermas, pteridófitas, briófitas, algas, fungos e fungos liquenizados. A maioria dos espécimes são amostras da flora do Rio Grande do Sul. É o terceiro herbário em número de registros no Rio Grande do Sul. As famílias com mais representatividade na coleção são Asteraceae, Myrtaceae, Fabaceae, Bromeliaceae e Euphorbiaceae. Tem o maior número de lotes em líquido contendo microalgas continentais e de lâminas permanentes de Bacillariophyceae do Brasil.

 

Abstract: The HAS Herbarium, located in the city of Porto Alegre, is a part of the Museum of Natural Sciences of the Zoobotanical Foundation of Rio Grande do Sul. It was inaugurated in 1975, named after the plant scientist Alarich R. H. Schultz. It is registered in the International Association for Plant Taxonomy and listed in the Index Herbariorum, to which it is also a Faithful Depositary. Its register of 131,000 collection entries and 227 nomenclatural types includes angiosperms, gymnosperms, pteridophyta, briophyta, algae, fungi and lichenized fungi. Most of its specimens are samples from the Rio Grande do Sul flora. It is ranked third among the herbariums with the largest registries in Rio Grande do Sul. The most represented plant families are Asteraceae, Myrtaceae, Fabaceae, Bromeliaceae and Euphorbiaceae. Nationally, it has the largest number of liquid-filled lots containing continental microalgae and of permanent petri dishes containing Bacillariophyceae.

Palavras-chave: exsicatas, lotes em líquido, amostras botânicas, coleção biológica, Porto Alegre.


Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.