HERBÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA, MINAS GERAIS (VIC)

Flávia Cristina Pinto Garcia, Pedro Bond Schwartsburd

Abstract


Resumo: O Herbário VIC foi fundado em 1930, pela Botânica Mexico-americana Ynes Mexia. Seu acervo está constituído por cerca de 51.000 exemplares e 120 coleções de tipos de diversos grupos de fungos e plantas,  oriundos de diversos ecossistemas do estado de Minas Gerais: caatinga, campo rupestre, cerrado e florestas semideciduais e ombrófilas, incluídas no domínio da Floresta Atlântica. É o terceiro acervo, em Minas Gerais, em número de espécimes, mas apresenta importância impar devido ao seu valor histórico e científico. Alguns botânicos famosos depositaram parte de suas coleções no VIC, como: Agnes Chase, Howard S. Irwin e J. G. Kuhlmann. As famílias mais representativas no acervo são Leguminosae, com 6715 espécimes, Asteraceae, com 3292 espécimes e Gramineae com 1152. Do total do acervo, 21.000 espécimes encontram-se disponíveis online.

 

Abstract: The VIC Herbarium was founded in 1930 by the Mexico-American Botanist Ynes Mexia. The collection consist of 51,000 specimens and 120 typus material from different groups of fungi and plants, coming from diverse ecosystems of Minas Gerais State: “caatinga”, “campos rupestres”, “cerrado” and seasonal and rainforests included in Atlantic Forest. It is the third collection in the Minas Gerais, in number of specimens, but has historical and scientific value. Some famous botanists deposited part of their collections in the VIC as Agnes Chase, Howard S. Irwin and J.G. Kuhlmann. The most representative families in the collection are Leguminosae, with 6,715 specimens, Asteraceae, with 3,292 and Gramineae with 1,152. Of the total collection, 21,000 specimens are available on line.

Palavras-chave: Herbário VIC; coleções botânicas; Viçosa.


Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.