Cáscara sagrada (Rhamnus purshiana DC): influência da forma de preparo do chá na extração do princípio ativo

Elaine Cristina Lopes Guimarães Gibertoni, Walber Toma, Luciana Lopes Guimaraes

Abstract


Considerando a necessidade de padronização de métodos para o preparo de chás e, levando em conta as instruções contidas na resolução ANVISA RDC 10/2010, o presente teve como objetivos a avaliação da forma de preparo do chá de cáscara sagrada (Rhamnus purshiana DC), planta medicinal com ação laxante, na extração do seu princípio ativo, 1,8-Diidroxiantraquinona. Cáscara sagrada na forma de droga vegetal (cascas do caule), destinada ao preparo de chás, foi adquirida de três fabricantes em farmácias de manipulação, localizadas na cidade de Santos/SP. Foram utilizados no presente estudo dois métodos extrativos para o preparo dos chás de Cáscara Sagrada: decocção (estabelecido na RDC 10/2010) e infusão, métodos populares no preparo de chás. As extrações foram realizadas de acordo com a proporção recomendada pela RDC 10/2010 de 0,5 g planta seca/150 mL de água e também foram realizadas de acordo com as recomendações dos fabricantes, constando nos rótulos de cada marca. O teor do princípio ativo (antraquinonas) das preparações foi determinado por leitura em espectrofotômetro em 490nm, utilizando o padrão de 1,8-diidroxiantraquinona para construção da curva de calibração. Foram também avaliadas as informações contidas nos rótulos dos chás, de acordo com a RDC 10/2010.  Os resultados obtidos no presente estudo demonstraram claramente a influência do modo de preparo do chá de cáscara sagrada na extração do princípio ativo (antraquinonas), seja por diferenças na proporção droga vegetal/água ou ainda no modo de preparo (decocção vs. infusão). Dos três fabricantes analisados, apenas uma marca se encontrava mais próximo das recomendações de preparo de acordo com a RDC 10/2010, assim como na disponibilização das informações no rótulo de acordo com a mesma resolução. Os dados obtidos neste estudo indicam que maior fiscalização deveria ser aplicada à comercialização de chás à fim de se evitar problemas como a ausência do efeito terapêutico desejado ou ainda a intoxicação do usuário.

Palavras-chaves: cáscara sagrada; antraquinona; chás; decocção; infusão

 

Cáscara sagrada (Rhamnus purshiana DC): influence of the form of preparation of tea in the extraction of the active principle

Abstract: Considering the need for standardization of methods for the preparation of teas and taking into account the instructions contained in Brazilian legislation ANVISA RDC 10/2010, the purpose of the present study was to evaluate the form of preparation of cáscara sagrada tea (Rhamnus purshiana DC), a medicinal plant with laxative action in the extraction of its active ingredient 1,8-Dihydroxyanthraquinone. Cáscara sagrada in the form of vegetable drug (stem bark), intended for the preparation of teas, was purchased from three manufacturers in pharmacies located in the city of Santos / SP. Two extractive methods were used in the present study for the preparation of Cáscara Sagrada teas: decoction (established in RDC 10/2010) and infusion, both popular methods in the preparation of teas. Extractions were performed according to the recommended ratio by RDC 10/2010 of 0.5 g dry plant / 150 mL of water and were also performed according to the manufacturers recommendations, appearing on the labels of each brand. The active ingredient (anthraquinone) content of the preparations was determined by reading at a 490 nm spectrophotometer using the 1,8-dihydroxy anthraquinone standard for constructing the calibration curve. The information contained in the teas labels was also evaluated according to RDC 10/2010. The results obtained in the present study clearly demonstrated the influence of the method of preparation of cáscara sagrada tea in the extraction of the active ingredient (anthraquinones), either by differences in the drug / water ratio or in the mode of preparation (decoction vs. infusion). Of the three manufacturers analyzed, only one brand was closest to the preparation recommendations in accordance with RDC 10/2010, as well as the availability of label information according to the same resolution. The data obtained in this study indicate that greater supervision should be applied to the commercialization of teas in order to avoid problems such as the absence of the desired therapeutic effect or even intoxication of the user.

Keywords: cáscara sagrada; anthraquinone; teas; decoction; infusion.


Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.