A CONTRIBUIÇÃO DA LITERATURA INFANTO JUVENIL NA PEDAGOGIA HOSPITALAR

Laura Montanaro Gomes, Leticia de Sousa Mota, Ana Carolina Caetano Senger

Abstract


Este trabalho propõe uma reflexão sobre o papel da literatura infanto juvenil na pedagogia hospitalar e tem como objetivo incentivar as práticas de leitura e contação de histórias no ambiente hospitalar. É uma pesquisa de natureza qualitativa que se estrutura a partir  do embasamento teórico de autores reconhecidos na área da educação, da literatura e da pedagogia hospitalar. Busca-se assim unir dados e informações comprobatórias de que há a possibilidade de utilizar a Literatura InfantoJuvenil como prática terapêutica e amenizadora de desconfortos dos pacientes. Por meio desta, pretende-se compartilhar as metodologias que podem ser utilizadas pelos profissionais envolvidos com pacientes pediátricos para incentivar os mesmos a participar da leitura e interagir com os personagens, proporcionando momentos de alegria, prazer e criticidade a crianças que estão sendo medicadas e realizando breves e longos tratamentos. Como benefícios podem ser citados os  sentimentos e sensações observados como o riso, gargalhadas, sustos, alegrias, além da interatividade entre pacientes, familiares e  profissionais da saúde. Os contadores de história não somente incentivam e instigam as crianças a pensar, interagir e imaginar, mas proporcionam momentos onde são trabalhados valores de responsabilidade social, caridade, sensibilidade, cidadania e respeito. Sendo assim, as histórias são ricas fontes que auxiliam no tratamento terapêutico, servindo de remédio para a alma e para o emocional dos pacientes internados, amenizando conflitos internos durante a permanência na enfermaria e atuando juntamente com as medicações e tratamentos, provocando bem estar e o aumento motivacional da criança, contribuindo até mesmo para a aceleração do seu processo de alta.

Palavras-Chave: Contação de histórias; Pedagogia hospitalar; Vínculos afetivos; Literatura; Benefícios.


Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.