RECONHECIMENTO DE FAUNA E FLORA URBANA POR ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL II – UNIDADE MUNICIPAL DE ENSINO PROFESSOR FLORESTAN FERNANDES, SANTOS – SP COMO PARTE DO PROJETO PIBID-UNISANTA

Matheus Mano-Clara, Celina Moreira Barreto, Uélcio Jackson Magalhães Alves Jr., Gustavo Koerich, Mariana Hoff Duque, Jorge Luis Santos

Abstract


Nas últimas décadas o ambiente urbano passou a ser visto de forma dissociada do meio ambiente natural. O ser humano não se vê como um agente que participa deste meio e que suas ações podem influenciar de forma positiva ou negativa nos processos de modificação deste ambiente. Tal condição também é observada na cidade de Santos, localizada no litoral de São Paulo, onde a presença de fauna e flora no ambiente urbano acaba passando despercebida pela maioria das pessoas. O objetivo deste estudo foi à utilização de técnicas para reconhecimento da fauna e flora urbana pelos alunos 7º ano do Ensino Fundamental II da Unidade Municipal de Ensino Professor Florestan Fernandes, na cidade de Santos-SP como parte do projeto PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência) da Universidade Santa Cecília (UNISANTA), na su-bárea de biologia. As técnicas utilizadas foram de representação esquemática utilizando folha sulfite, lápis e borracha, câmeras ou celulares para fotografar o ambiente, pois alguns elementos do meio podem ser mó-veis, dificultado uma esquematização mais detalhada. Através de observações nas proximidades escolares, as crianças reconheceram a fauna e flora urbana, desenhando aquilo que elas entendiam como parte do meio ambiente urbano. Das observações feitas 60% referiam-se à vegetação e o restante aos animais. Dentre os esquemas sobre a flora, todos eram de plantas angiospermas, sendo que destas 80% faziam parte do grupo das eudicotiledôneas e 20% de monocotiledôneas. Já para os desenhos referentes à fauna, 78% eram animais domésticos tais como cães, gatos e pássaros, 20% referiam-se aos invertebrados como por exemplo aracnídeos e insetos, e apenas 2% referiam-se ao ser humano como parte do meio. Em sala de aula foram apresentadas formas de diferenciação dos grupos observados em campo com o auxílio dos alunos bolsistas PIBID. No estudo foi possível perceber que a visão das crianças sobre fauna e flora urbana limita-se apenas a organismos sustentados pelas pessoas, ou seja, animais domésticos e plantas ornamentais. Além disso, foi possível constatar que poucas se inserem em um contexto participativo em relação ao meio ambiente urbano. No presente estudo foram reconhecidas as características dos componentes da fauna e flora urbana típicas da cidade de Santos, sendo assim a metodologia aplicada permitiu o entendimento da relação dos conhecimentos teóricos já aprendidos com a realidade do meio.

 

Palavras chave: Ensino fundamental II. Fauna e Flora urbana. Educação e meio ambiente.


Full Text: PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.